Funcionário de hipermercado é preso por prostituição dentro do banheiro

Foster Bills realizava atos sexuais dentro de um banheiro da loja em que trabalhava

Um funcionário de uma rede de hipermercados está enfrentando a acusação de prostituição por supostamente "procurar clientes" dentro da loja em que trabalhava.

Foster Bills, 22, foi preso depois que gerentes do Walmart acionaram a polícia estadual para informar que haviam recebido uma denuncia anônima de um indivíduo do sexo masculino realizando atos sexuais na loja.

A empresa fica na cidade de Nova York (EUA), em Queensbury.

Segundo a polícia, o local em que os atos aconteciam era uma casa de banho do hipermercado, que ficava em uma parte relativamente isolada da loja.

A investigação que aconteceu em sigilo terminou com a prisão de Bills.

Fonte: r7