Revolta: Garçonete de topless alega demissão injusta em bar na Austrália

Jovem disse que era obrigada ir ao freezer só com roupa de baixo.

Uma garçonete que servia os clientes de topless (sem a parte de cima da roupa) está revoltada ao afirmar que foi demitida injustamente de um pub na cidade de Darwin, na Austrália, e que realizava funções que originalmente não seriam de sua obrigação.

Nicole Keenan, de 29 anos, contou ao jornal ?NT News? que não ouve aviso ou explicação para o desligamento, e que diversas vezes foi obrigada a trocar barris de cerveja no freezer, usando apenas a roupa de baixo.

?Tive feedback positivo dos consumidores, recebi gorjetas, não entendo?, contou Nicole, afirmando que também sofreu com os comentários de outros funcionários que trabalhavam vestidos. ?Não é porque não estou sem a parte de cima da roupa quer dizer que não mereço respeito?, contou a australiana.

A mulher lamentou que não poderá fazer nada, já que a empresa para qual trabalha é terceirizada, e não diretamente para o pub, mas revelou que outras garçonetes que trabalhavam de topless também foram desligadas sem razão. ?Eram todas garotas fantásticas com seios lindos, não vejo explicação?, concluiu.

O pub do qual a jovem foi demitida não quis comentar o caso.

Fonte: G1