Homem de 53 anos mata enteada e filma a si mesmo fazendo sexo com cadáver dela

O homem está sendo acusado pelo cruel e por abuso de um cadáver

Um homem atirou e matou sua enteada para que ele pudesse filmar a si mesmo realizando um ato íntimo de abuso ao cadáver da vítima.

Gregory Graf, de 53 anos, fez um vídeo de si mesmo tendo relação íntima com o corpo de Jessica Padgett, de 33 anos de idade, e as imagens foram posteriormente encontradas em seu computador. Promotores alegaram que Gregory confessou que havia matado Jessica.

Eles acrescentaram que Gragory foi motivado a cometer o crime por conta da necrofilia, uma doença doentia onde se deseja ter relações íntimas com cadáveres. Jessica foi vista pela última vez viva em Easton, na Pensilvânia (EUA), no dia 21 de novembro, quando ia para o trabalho. Seu corpo foi descoberto mais tarde atrás de um galpão, na casa de sua mãe, onde Gregory também morava.

A vítima, uma mãe de três filhos, tinha acabado de se casar, e era descrita como “uma jovem mulher vibrante, bonita, que era amada por sua família e amigos.” O homem está sendo acusado pelo cruel e por abuso de um cadáver.


Fonte: Metro