Homem é condenado por dizer fazer sexo com mortos na web

Ele publicava mensagens ofensivas em páginas da rede social

Um britânico foi condenado nesta sexta-feira a 18 semanas de prisão por publicar mensagens ofensivas em páginas da rede social Facebook dedicadas a pessoas falecidas.

Colm Coss, de 36 anos, morador da região de Manchester, publicou comentários em páginas como a dedicada à ex-estrela do Big Brother britânico Jade Goody, que morreu de câncer, e na de um garoto morto por um cachorro.

Nos comentários, Coss afirmava, entre outras coisas, ter tido relações sexuais com os cadáveres das vítimas.

O desempregado foi descoberto após enviar a moradores de sua rua fotografias de si mesmo denominando-se um "troll" da internet. O termo é usado para se referir a pessoas que criam novas identidades falsas online para publicar comentários ofensivos, provocando mal-estar.

A juíza do caso, Pauline Salisbury, disse que Coss tinha como alvo "famílias traumatizadas e sofrendo de ansiedade".

"Sabemos que você teve prazer com isso e não se arrepende do que fez", afirmou ela.

A defesa levantou a possibilidade de problemas mentais, mas o argumento não foi aceito.

Fonte: g1, www.g1.com.br