Homem leva saco com ratos ao tribunal para provar infestação

Morador afirma que convive com 30 ratos e por isso não pagou aluguel.

Em Manhattan (EUA), o comediante Ramon Severino, de 52, chocou as pessoas presentes no tribunal quando entrou no local para testemunhar contra o proprietário de seu apartamento. O homem foi parado logo que os oficiais viram que ele carregava um saco com sete ratos mortos.

O pânico foi instaurado na sala quando o comediante exibiu as carcaças ensanguentadas, e foi colocado para fora do tribunal, de acordo com o jornal ?New York Daily?. O jornal afirma que Severino foi processado pelo locatário por atrasar o aluguel de seu apartamento de um cômodo, que não teria sido pago porque o imóvel está infestado de roedores.

?Queria que o juiz visse para ordenar uma inspeção completa?, contou o comediante, que teria pego os ratos com armadilhas e depois os matado com um garfo. ?Foi nojento?, lembrou o advogado do proprietário.

O imóvel é dividido com dois cachorros (chamados ?Michael Jackson" e "Madonna") e cerca de 30 ratos, de acordo com o morador, e que, apesar de o locatário fazer uma dedetização, a praga voltou a aparecer.

O juiz da corte de Manhatam decidiu, após o incidente, que seja feita uma inspeção completa no imóvel no dia 06/12.

Fonte: G1