Homem pede US$ 5 mi por mordida de gata

Ele precisou ser internado e ficou impossibilitado de trabalhar durante um mês por causa da infecção.

O funcionário de uma empresa em Nova York, nos EUA, alega que levou uma mordida da gata do dono do estabelecimento e pede uma indenização de US$ 5 milhões na Justiça, segundo reportagem do jornal americano "New York Post".

O advogado Steven Ehrlich, que representa Jonas Cruz, de 30 anos, no processo, disse que a saliva da gata provocou uma reação adversa em seu cliente.

Segundo Ehrlich, ele precisou ser internado e ficou impossibilitado de trabalhar durante um mês por causa da infecção.

O proprietário que se identificou apenas como Frank negou que sua gata chamada "Katie" tenha ferido Cruz. "Ela nunca incomodou ninguém", afirmou Frank, destacando que estava trabalhando no dia do suposto ataque e ninguém reclamou de "Katie".

Fonte: g1, www.g1.com.br