Homem que plantava árvores venenosas é obrigado a vender a casa

As árvores de 4 metros eram usadas para espantar os vizinhos.

Um homem identificado como Adrian Woodyatt, de 47 anos, apelidado de Jungle-Man (Homem-Floresta), passou por algo inusitado. Ele mantinha uma verdadeira selva de árvores venenosas como jardim. Segundo ele era apenas uma espécie de desleixo, mas a teoria dos vizinhos é que ele era um cara muito isolado e queria visitantes longe da casa dele.

Para tentar fazer ele cortar o mato, o conselho de bairro local encheu a propriedade de multas, mas ele simplesmente ignorou. Adrian conseguiu deixar seus vizinhos furiosos com o matagal da casa dele. O mato estava quase envolvendo a casa inteira e era apelidado de "Floresta Venenosa" pelos mais irritados.

Image title

Animais estranhos como lagartos razoavelmente grandes estavam invadindo as outras propriedades. Além disso, gatos morreram ao comerem as plantas da casa dele. Agora ele será obrigado a vender a casa por cerca de R$ 900 mil porque não vai pagar as multas dela.

Segundo o jornal inglês Mirror, essa é a primeira vez que foi noticiado que a Justiça tomou tal medida contra um proprietário de imóvel. Um vizinho chegou a dizer que: "É um alívio para a comunidade que essa medida tenha sido tomada. Espero que o próximo proprietário não não tenha uma floresta no jardim dos fundos”.

Em 2012, funcionários do governo cortaram todo o jardim para diminuir os problemas de conflitos com os vizinhos.

Image title

Image title

Image title


Fonte: Com informações do R7