Norte-americano usa o próprio obituário para fazer confissões

Val Patterson morreu aos 59 anos e escreveu documento um ano antes.

Um norte-americano de 59 anos escreveu seu próprio obituário antes de morrer na semana passada e aproveitou a oportunidade para fazer confissões.


Homem usa o próprio obituário para fazer confissões

Amigos e familiares de Val Patterson souberam neste domingo (15), data em que o texto foi publicado, que o homem que pensavam ter realizado um doutorado na Universidade de Utah se aproveitou de um erro burocrático e que nunca nem se graduou.

Patterson morreu de câncer na garganta em 10 de julho. A emissora "KSL" relata que ele escreveu o obituário na primeira pessoa no ano passado.

O texto leve publicado no "Salt Lake Tribune" também inclui uma confissão de que Val roubou o cofre de uma empresa. Ele escreveu: "Na verdade, eu sou o cara que roubou o cofre da Vista Drive Motor Inn em junho de 1971."

Fonte: G1