Hotel do divórcio oferece pacote especial para casais infelizes

Hotel do divórcio oferece pacote especial para casais infelizes

Empresário diz ter planos de abrir filiais nos EUA e estrear reality show.

Um novo tipo de hotel na Holanda permite que casais infelizes façam "check in" casados e "check out" solteiros, tudo num pacote de fim de semana que inclui advogados e acomodações de luxo ?separadas, claro.

O Divorce Hotel (literalmente "hotel do divórcio") já possui seis unidades no país. Os hóspedes podem escolher entre pacotes que custam entre US$ 2,5 mil e US$ 10 mil (de R$ 5 mil a R$ 20 mil), dependendo da complexidade do processo de separação ou se o há um litígio em questão.

?Eles chegam na sexta-feira e nós fornecemos tudo o que eles precisam para sair no domingo com os papéis do divórcio?, disse ao Yahoo News Jim Halfens, empresário holandês que idealizou o hotel. ?Divórcios podem custar muito dinheiro e muito tempo. Aqui, tudo é feito em três dias.?

O empresário afirma que, a despeito do caráter negativo do fim de relacionamentos, há a possibilidade de um novo começo, com ajuda de advogados, mediadores e até psicólogos. ?A única coisa que fazemos é oferecer a melhor solução em vez de brigas que se arrastam anos.?

Demi Moore e Ashton Kutcher

Em breve, o empresário pretende levar a rede para os Estados Unidos, onde um em cada dois casamentos termina em divórcio.

Halfens disse ter convidado Demi Moore e Ashton Kutcher, que se separaram em novembro de 2011, para ser os primeiros hóspedes da filial americana. ?Eles seriam perfeitos para o nosso programa?, disse o empresário, segundo o qual o convite enviado ao casal não foi respondido.

Como nem todas as separações são amigáveis, Halfens diz que o hotel só aceita casais em que ambas as partes estão interessadas em se divorciar. Casais ?agressivos? ou ?infantis?, ele diz, às vezes precisam do processo tradicional.

O holandês também tem planos de lançar um reality show sobre o Hotel do Divórcio. ?Vai ser a oportunidade de mostrar às pessoas que isso é possível. E, obviamente, vai ser um grande programa?, aposta.

Fonte: G1