Idosa morre um dia após concluir graduação

Idosa morre um dia após concluir graduação

Ser formada em um curso universitário era o grande sonho da vida da idosa

Receber um diploma universitário era o grande sonho da vida de Harriet Richardson Ames. Finalmente, três semanas após seu aniversário de 100 anos, a norte-americana conseguiu concretizar sua vontade.

No entanto, um dia depois da grande emoção da vida, a professora aposentada morreu, com o diploma ao seu lado na cama.

Harriet tinha apenas um certificado de magistério, que possibilitou à norte-americana dar aulas para crianças. Ela lecionou para a garotada da primeira série e, depois, passou 20 anos dirigindo uma escola em Pittsfield.

Durante os anos, a professora assistiu diversas aulas na Universidade de New Hampshire. Porém, em 1971, Harriet se aposentou e resolveu desistir da faculdade, já que tinha problemas de visão.

Ela não sabia ao certo se tinha créditos suficientes para se formar. Após ser entrevistada por um professor, na celebração de 100 anos de uma escola onde Harriet lecionou, a universidade resolveu descobrir se a professora poderia se formar.

Finalmente, já com 100 anos, Harriet conseguiu seu diploma, o que muitos dizem que era a última coisa que a idosa gostaria de fazer na vida.

De acordo com a coordenadora de um grupo de ex-alunos da Keene State College, Norma Walker, Harriet disse, após pegar o diploma que se morresse no dia seguinte, partiria feliz. Foi exatamente o que ocorreu.

- Ela apenas queria o melhor que ela poderia fazer. Era uma pessoa ótima, amável e atenciosa. A melhor professora de primeira série que um aluno poderia ter.

Fonte: R7, www.r7.com