Idoso rouba dinheiro do trabalho para gastar com prostitutas

Green falsificou dados das suas contas bancárias para disfarçar o esquema.

Deryck Green, de 66 anos, é um coroa inglês cheio de disposição, mas capaz de tudo para não ficar sem sexo. Tanto que gastou as 305 mil libras (pouco mais de 882 mil reais) que conseguiu com a venda da sua casa, há dez anos, em prostitutas. Quando esse dinheiro acabou, roubou 28 mil libras (cerca de 81 mil reais), entre dezembro de 2008 e setembro de 2009, do posto dos correios onde trabalhava e no qual sua mulher era gerente, na cidade de Esher, Inglaterra, para contratar as ?moças de família?. Elas cobravam até 160 libras (quase 463 reais) por hora.

Segundo o jornal inglês ?Daily Mail?, Green falsificou dados das suas contas bancárias para disfarçar o esquema. Ele acabou sendo pego e condenado a 1 ano e 5 meses de prisão por roubo e falsificação de documentos. Antes, havia se endividado em 100 mil libras (mais de 289 mil reais) para pagar mais prostitutas. No total, ele gastou 433 mil libras (mais de 1,2 milhão) para financiar seu vício em sexo.

Antes da sua prisão ser confirmada, o coroa tentou se matar tomando pílulas para dormir e deixou um bilhete de suicídio dizendo ?Viva rápido, ame intensamente e morra jovem?.



Fonte: Extra