Japonesas grávidas tiram a roupa em nova tendência

Os estúdios que atendem essa fatia – como o Ixcell e o Photo Studio Monica, em Tóquio

Depois de popularizar os casamentos que só aparecem no álbum de fotografia e de ver tendências como os casamentos com convidados contratados, o Japão experimenta o crescimento dos ensaios de nus fotográficos de mulheres grávidas. A tendência vinha crescendo lentamente nos últimos três anos, mas desde que a cantora Hitomi apareceu grávida e nua em seu álbum, profissionais japonesas decidiram fazer o mesmo para ?celebrar o momento único? (veja galeria de fotos).

O crescimento da procura por estúdios especializados em nus para grávidas vem sendo atribuído ao fato de que muitas profissionais japonesas chegam aos 40 anos com o desejo de ter um filho. São mulheres que se dedicaram desde cedo à carreira e graças a bons salários têm uma vida confortável. O que falta? Um filho.

Os estúdios que atendem essa fatia ? como o Ixcell e o Photo Studio Monica, em Tóquio ? contam com equipes formadas exclusivamente por mulheres, de forma a criar um clima mais intimista e deixar a cliente à vontade. Cada sessão de fotos dura, em geral, duas horas e pelas fotos paga-se o equivalente a US$ 370.

Copiando o estilo da atriz Demi Moore, que saiu grávida na capa da ?Vanity Fair? (1991), e de Britney Spears, que há três anos chegou a ter seu poster pendurado em estações de metrô do Japão, as ?modelos? procuram o mesmo glamour das celebridades.

O estúdio Ixcel, o mais famoso do segmento, atendia menos de dez clientes por mês quando abriu o serviço no ano passado. Em junho deste ano, esse número havia subido para mais de 70 clientes.

Fonte: Época