Divórcio: jardineiros peladões põem "Jardim do Éden" à venda

Divórcio: jardineiros peladões põem "Jardim do Éden" à venda

Os frequentadores também eram convidados a tirar a roupa para explorar o local.

Barbara Pollard, que mantinha a atração turística com o marido, Ian, acusa o inglês de ser um ?mulherengo beberrão?, e pode fazer com que a mansão do século XVI seja vendida. A dupla levou cinco anos para desenvolver o ambiente curioso.

O local ficou conhecido como ?Jardim do Éden?, já que ambos os responsáveis são adeptos do naturismo, e eram vistos nus com frequência por turistas e visitantes cuidando das plantas no local. Os frequentadores também eram convidados a tirar a roupa para explorar o local.

Como a mansão está à venda, não há certeza de que o novo proprietário irá preservar o local histórico ou permitir que o público em geral visite a propriedade privada.

Fonte: G1