Jogado é acusado de roubar ex-companheiros após ser demitido

Jogado é acusado de roubar ex-companheiros após ser demitido

Atleta confessou o crime e disse ter agido por vingança. Ele roubou roupas, bolsas, relógios, joias, chaves e celulares.

Um jogador do Dieppe (norte da França) que havia sido cortado da equipe é acusado de roubar os pertences de seus ex-companheiros no vestiário enquanto o time treinava, informaram nesta terça-feira fontes ligadas à investigação.

Em 13 de março, os jogadores voltavam ao vestiário após uma sessão de treino e constataram que alguns pertences pessoais haviam desaparecidos (roupas, bolsas, relógios, joias, chaves, documentos de identidade e celulares).

O presidente do clube entrou em contato imediatamente com a polícia de Dieppe. A investigação levou a um ex-jogador de 24 anos que conhecia os horários de abertura e de fechamento do centro esportivo.

Quando interrogado, o ex-membro do clube confessou o crime e disse ter agido por vingança. Ele terá agora que comparecer diante de um tribunal de Dieppe.

A maioria dos objetos foi recuperada e devolvida aos seus respectivos donos.

Fonte: G1