Justiça mantém leilão de casa de US$ 280 mil devido à dívida de US$ 6,30

Caso ocorreu em Aliquippa, no estado da Pensilvânia. Eileen Battisti pretende recorrer para não perder residência.

O juiz Gus Kwidis, do condado de Beaver, na Pensilvânia (EUA), negou um recurso da americana Eileen Battisti, que teve a casa avaliada em US$ 280 mil (cerca de R$ 620 mil) leiloada por causa de uma dívida de US$ 6,30 (R$ 14).



Segundo o magistrado, a mulher foi devidamente notificada sobre a dívida. Eileen, que ainda mora na propriedade, disse que vai recorrer novamente na decisão. "Eu paguei tudo. Não sabia sobre a dívida de US$ 6,30", disse ela.

Eilleen comprou a casa em Aliquippa junto com seu marido em 1999. Ela alega ter quitado a propriedade depois que o marido morreu em 2004.

Segundo o advogado de Eilleen, ela acreditava que tinha quitado todas as pendências. No entanto uma dívida de US$ 6,30, relativa a 2009, não teria sido paga.

Após juros, a dívida chegou a US$ 235 no final de 2011, quando a casa foi vendida em leilão por US$ 116 mil.

Fonte: G1