Lutador dá um golpe por trás e é acusado de assédio

Garoto de 17 anos queria levantar o rival pelas costas e acabou indo fundo demais...

Já ouviu aquela história de "não meter o dedo aonde não foi chamado"?

Ah, era o nariz.

Enfim, nesta história, é o dedo.

Um garoto de 17 anos, chamado Preston Hill, estava praticando luta com um amigo na Califórnia e levou a coisa muito a sério.

Durante a luta, contra um colega de 15 anos, ele aplicou um movimento conhecido vulgarmente como "puxa-traseiro". E foi longe demais.

Preston não soube levar na esportiva e forçou a barra. Ele aplicou o golpe com mais profundidade do que deveria.

Depois de ter levado a situação tão a fundo, o jovem foi acusado de assédio sexual pelo colega.

Mesmo alegando que não havia feito nada de mal e que apenas tentou aplicar o golpe, o garoto acabou expulso da escola...

Fonte: R7, www.r7.com