Médico chinês é condenado por usar próprio sêmen como remédio

Médico Ma Lin acredita que seu esperma tem poderes curativos.

O médico chinês Ma Lin, de 47 anos, foi condenado a quatro anos de cadeia acusado de usar o próprio sêmen como remédio para tratar mulheres, segundo a imprensa local.


Médico chinês é condenado por usar próprio sêmen como remédio

Lin, que trabalhava em um hospital de Guangxi, na China, acredita que seu esperma tem poderes curativos e o usava como o ingrediente secreto em um remédio que ele administrava a pacientes para tratamento de problemas ginecológicos.

Aparentemente, Lin preparava a mistura com seu sêmen, com antibiótico eritromicina e uma solução salina. Ele aplicava o remédio em pontos de acupuntura, além de usá-lo para massagear a parte íntima da paciente.

A ex-paciente Wang Juan disse ter ficado chocada ao descobrir que o médico usava seu próprio sêmen no remédio. Ela procurou a polícia depois que se tratou na clínica de Lin por causa de uma inflamação pélvica em agosto de 2010.

Lin acabou detido pela polícia. O médico foi condenado a quatro anos de prisão, mas entrou com um recurso. Outras pacientes saíram em defesa do médico, alegando que o remédio feito como sêmen de Lin tinha sido eficaz para elas.

Fonte: G1