Poluentes podem estar causando a homossexualidade em aves

Poluentes podem estar causando a homossexualidade em aves

As aves obtiveram comportamento homossexual e, após os casais gays formados,

Poluentes ambientais como o mercúrio estão causando modificações comportamentais em pássaros como o Íbis Branco (Eudocimus albus).

A substância metilmercúrio é tóxica e é facilmente absorvida por ser um poluente encontrado em rios no sul da Flórida. Um novo estudo mostra que machos desta espécie que foram expostos a esta molécula ficaram mais propensos a terem contatos sexuais com outros machos, abandonando as fêmeas.

A pesquisa foi dirigida da seguinte forma: ecologistas da Universidade da Flórida reuniram 160 filhotes do pássaro, dividindo em 4 grupos iguais, cada grupo continha 20 machos e 20 fêmeas. Os pesquisadores administraram o metilmercúrio na alimentação das aves.

Apenas um grupo não tomou o poluente, as aves foram acompanhadas por três anos e concluiu que aqueles indivíduos que foram expostos ao mercúrio modificaram o seu comportamento do ritual de acasalamento, além disso, as fêmeas também começaram a rejeitar e não aceitar muito bem o comportamento sexual destes machos expostos ao mercúrio.

As aves obtiveram comportamento homossexual e, após os casais gays formados, ocorreram tendências a não desfazer este casal nos próximos anos. Os níveis administrados aos exemplares de Íbis Branco foram os mesmos dos encontrados na natureza, sendo por tanto um indicativo concreto da culpa do mercúrio neste comportamento dos animais. A ocorrência de casais gays entre as aves foi apenas entre machos e não em fêmeas

Fonte: Jornal Ciência