"Morto" ressuscita quando coveiro ia fechar o caixão

"Morto" ressuscita quando coveiro ia fechar o caixão

Médico assinou o atestado de óbito de idoso polonês que voltou a viver

Um aposentado polonês foi declarado morto pelos médicos após sofrer um enfarto. Horas depois, quando o coveiro se preparava para fechar o caixão, miraculosamente, o velhinho ressuscitou.

Jozef Guzy, 76 anos, desmaiou quando recolhia mel, na cidade de Katowice. Uma ambulância foi chamada e um médico experiente declarou a morte do idoso.

O porta-voz do serviço médico da cidade, Jerzy Wisniewski, explicou a morte.

- O paciente não respirava, não apresentava batimentos cardíacos e seu corpo estava frio. Todas essas são características de um homem morto.

Obrigado seu Wisniewski, suas explicações foram muito elucidativas. O que é impossível explicar é como três horas depois, o ?morto? voltou a viver.

O coveiro Dariusz Wyszuchato estava pronto para fechar o caixão. No entanto, a viúva pediu para retirar o relógio do pulso do defunto. Assim que o funcionário colocou a mão no braço do idoso, notou algo estranho.

- Opa, senti um pulso ali. Coloquei a mão no pescoço dele e confirmei. Daí comecei a gritar.

Sim, era um milagre. O velhinho até respirava. Levado novamente ao hospital, os médicos não conseguiram achar nada de errado com o polonês.

Após alguns dias, Guzy recebeu alta e voltou para casa. Ele é eternamente grato ao coveiro que o salvou.

- Graças a Deus ele não fechou aquele caixão. Ele salvou minha vida. A primeira coisa que eu fiz, assim que saí do hospital, foi dar um presente a ele. Dei um pote de mel.

Fonte: R7, www.r7.com