Motorista culpa seios após falhar em teste de sobriedade na Flórida

Motorista culpa seios após falhar em teste de sobriedade na Flórida

Em seu relatório, o policial disse que sentiu o odor de álcool quando se aproximou da motorista

Após falhar em um teste de sobriedade ao ser parada pela polícia em Port St.Lucie, no estado da Flórida (EUA), a americana Maureen Raymond, de 49 anos, alegou que seus seios grandes prejudicam sua capacidade de realizar tais testes, segundo a emissora "WPTV".

Apesar da desculpa, Maureen acabou detida acusada de dirigir alcoolizada. O incidente ocorreu no dia 29 de janeiro. A mulher foi parada pela polícia depois de ser flagrada dirigindo em alta velocidade e de forma imprudente.

Em seu relatório, o policial disse que sentiu o odor de álcool quando se aproximou da motorista.

O agente decidiu aplicar o teste de sobriedade para ver se Maureen poderia continuar dirigindo. Foi quando ela argumentou que teria dificuldades para realizá-lo, pois seus seios eram enormes.

Para comprovar o que estava dizendo, a mulher começou a tirar a roupa para mostrar seus seios, mas foi impedida pelo policial.

O relatório da polícia não especifica o tamanho dos seios da motorista nem fornece uma estimativa aproximada.

Fonte: G1