Mulher acusada de trair o marido é forçada a amamentar o amante em público como punição

Após a queixa da mulher, cerca de 10 pessoas da aldeia foram detidas para prestar depoimentos.

A mulher de 24 anos de idade, que vive na pequena aldeia de Wardha, província de Predesh Mudhya (Índia), também foi espancada por uma multidão e, em seguida, teve a cabeça raspada.

De acordo com os oficiais, a mulher, que tem dois filhos, estava tendo um caso com um homem de 20 anos, chamado Kamlesh, e decidiu fugir com ele para a província vizinha de Gujarat, dias antes do ataque.

No entanto, o marido a encontrou e a levou de volta para a aldeia, na véspera de ano novo, onde ela foi colocada na frente de uma multidão e ordenada a realizar o ato incomum. Os aldeões furiosos foram responsáveis pelas punições ao casal, apesar do marido afirmar que esperava uma punição menos severa para a esposa.

Após o ataque, a mulher chamou a polícia e disse que ela e seu amante haviam sido espancados, além de terem a cabeça raspada e serem obrigados a realizar um ato incomum de amamentação em público.

Após a queixa da mulher, cerca de 10 pessoas da aldeia foram detidas para prestar depoimentos.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Gadoo