Mulher alega que foi demitida por causa de seus "seios enormes"

Mulher alega que foi demitida por causa de seus "seios enormes"

Ela disse que queria ser julgada por méritos, e não pelo tamanho dos seios

A norte-americana Amy-Erin Blakely, de 43 anos, entrou com um processo contra a companhia em que trabalhava em Orlando, no estado da Flórida (EUA), alegando que foi demitida por ter seios muito grandes, segundo reportagem da emissora de TV "CBS".

Ela destacou que se sentia humilhada ao saber que seus chefes se concentravam em seus seios, em vez de seu desempenho profissional. "Eu só pedi para ser julgada pelos meus méritos. Em vez disso, eu parecia ser julgada por minha aparência e o tamanho dos meus seios", disse ela.

A mulher alega ainda que foi informada de que outros funcionários teriam reclamado que não conseguiam se concentrar nas reuniões, porque tudo o que viam eram seus seios enormes. Por isso, ela teria sido avisada de que deveria "escondê-los".

Amy-Erin destacou que sempre se vestiu profissionalmente, era uma funcionária exemplar e jamais havia sido repreendida. Apesar de ter sido promovida oito vezes em 13 anos, ela alega que foi impedida de crescer mais dentro da companhia, porque seus chefes a achavam "muito sensual".

Fonte: g1, www.g1.com.br