Mulher doa um rim para salvar a chefe, mas acaba demitida

Mulher doa um rim para salvar a chefe, mas acaba demitida

Quando Jackie voltou a assumir o cargo de chefia, a vida de Debbie virou um inferno.

Debbie Stevens, de 47 anos, decidiu doar um rim para a chefe na Automotive Group, na Flórida (EUA), Jackie Brucia (foto acima). Só que, pouco depois da recuperação de Jackie, a doadora acabou demitida!

"Eu decidi me tornar uma doadora para a minha chefe, e ela destruiu o meu coração(...) Eu não queria que ela morresse. Senti como se estivesse dando a ela vida de volta", contou Debbie, segundo reportagem do "NY Post".

Na verdade, o rim de Debbie não era compatível. Então ela doou para outro doente, a fim de que Debbie recebesse um rim de uma outra doadora. O rim de Debbie foi para um paciente em Saint Louis (Missouri) e, em troca, a chefe recebeu um rim de doador de São Francisco (Califórnia).

A funcionária decidiu retornar ao trabalho antes do previsto, mesmo sentindo dores decorrentes da cirurgia. Jackie ainda estava em casa se recuperando do transplante.

Quando Jackie voltou a assumir o cargo de chefia, a vida de Debbie virou um inferno.

Adoentada, Debbie faltou três dias ao trabalho. Jackie não a perdoou. A chefe chamou a subordinada de volta ao escritório só para dizer que ela estava demitida. Debbie contou que Jackie costumava humilhar publicamente a sua benfeitora quando notava supostos erros no trabalho dela.

Debbie está processando a empresa.

Fonte: O Globo