Mulher condenada por colar pênis do amante

Mulher condenada por colar pênis do amante

Ela foi sentenciada a 60 dias de prisão e serviços comunitários

Uma mulher foi sentenciada a 60 dias de prisão e prestação de serviços comunitários nesta terça-feira (2) por colar o pênis de um homem em sua barriga na cidade de Menasha, estado de Wisconsin (Estados Unidos).

Therese A. Ziemann, de 48 anos, afirmou que ela e outras três mulheres só queriam assustar o homem casado com quem mantiveram um caso extraconjugal no passado. "Foi uma decisão estúpida", defendeu-se a acusada.

Mãe de seis filhos, Therese manteve um relacionamento com um homem casado de 37 anos até que sua mulher lhe telefonou avisando que ela sabia do caso. A acusada teria se afastado do amante, mas ele procurou uma de suas filhas, uma garota de 12 anos. Foi o suficiente para que a americana arquitetasse seu plano.

Um julho do ano passado, Therese marcou um encontro com seu amante num motel e o amarrou na cama, fingindo se tratar de uma brincadeira sexual. Ela então pegou um tubo de cola e grudou o pênis do homem em sua barriga.

Como se não bastasse, Therese telefonou para outras três vítimas do "garanhão" e, juntas, elas celebraram a vingança. "Foi um aviso para que ele ficasse longe dos meus filhos", disse a acusada durante o julgamento de terça-feira.

Ela ainda contou à polícia que antes de colar a genitália do amante lhe deu algumas bofetadas na cara e enviou mensagens de texto para as amigas contando o feito.

As outras três comparsas de Therese também foram sentenciadas a 30 dias de prisão e serviços comunitários.

O homem não sofreu nenhuma lesão mais grave em sua genitália.

Fonte: g1, www.g1.com.br