Mulher "estoura" seu estômago de tanto comer em feriado na China

Mulher "estoura" seu estômago de tanto comer em feriado na China

A história da mulher que “explodiu o estômago” começou a circular pelas redes sociais chinesas e ganhou às páginas dos jornais

A mulher, com 58 anos de idade, teve de remover seu estômago após a ?explosão? do órgão.

Ela teria ingerido comida excessivamente e muito álcool durante as comemorações do Festival da Primavera, de acordo com informações do portal Modern Express.

A história da mulher que ?explodiu o estômago? começou a circular pelas redes sociais chinesas e ganhou às páginas dos jornais. Alguns jornalistas imaginaram que as imagens que circulavam pelo Weibo, uma das maiores redes sociais do mundo, eram falsas. Em uma investigação apurada, eles encontraram 12 hospitais na China que já haviam registrados casos como esse.

Um nutricionista do Hospital da Amizade de Beijing, informou que a mulher foi enviada para um hospital em Suzhou, província de Jiangsu, uma hora depois de ver seu estômago inchar e sentir fortíssimas dores abdominais. Ela foi diagnosticada com gastrectasia.

Um cenário ainda mais terrível ocorreu na cirurgia: Gases de álcool etílico ingeridos nas bebidas entraram em contato com o bisturi elétrico do cirurgião no momento da abertura do abdômen e causaram um pequeno incêndio.

Wang Hao, médico-chefe do Hospital Nanjing Drum, na província de Jiangsu, explicou aos jornalistas que, enquanto isso não é necessariamente uma explosão do estômago, seu hospital recebe de um a duas pessoas por ano com extrema dilatação gástrica ou perfuração por excesso de alimento.

Wang ainda acrescentou que é possível que o estômago pegue fogo, mas é algo extremamente raro: ?Se existir uma grande quantidade de álcool no estômago e a cirurgia for feita com um bisturi elétrico, isso ocorrerá?.

Ele ainda acrescentou: ?Normalmente, as pessoas param de comer quando se sentem satisfeitas. No entanto, o consumo de álcool durante uma refeição pode fazer as pessoas ignorarem os sinais do corpo e acabam comendo demais?, disse.

A mulher teve seu estômago totalmente removido e, caso não tivesse sido levada ao hospital pouco tempo após o incidente, teria morrido.

Fonte: Jornal Ciência