Mulher ganha US$ 3,5 milhões por ""quatro seios""

Mulher ganha US$ 3,5 milhões por ""quatro seios""

O júri passou nove horas entre terça e quarta-feira para chegar ao veredito

A norte-americana Maria Alaimo, de 46 anos, venceu a ação que movia na Justiça de Staten Island, no estado de Nova York (EUA), e ganhou uma indenização de US$ 3,5 milhões após uma cirurgia para implante de silicone a deixá-la com "quatro seios".

Segundo o jornal "Staten Island Advance", cinco dos seis membros do júri decidiram na quarta-feira que o cirurgião Keith S. Berman deve pagar a indenização à mulher por danos, já que ela ficou com "deformidades" nos seios após a cirurgia realizada em 2003.

O júri passou nove horas entre terça e quarta-feira para chegar ao veredito na Suprema Corte do estado, St. George, após mais de uma semana de depoimentos de testemunhas e especialistas de ambas as partes, além do médico e Maria Alaimo.

Durante o julgamento, ela alegou que o cirurgião nunca a alertou sobre os riscos da colocação de silicone nos seios. Maria afirmou que a operação acabou com seu casamento e sua saúde. Ela precisou fazer outras duas cirurgias para corrigir o primeiro procedimento estético.

Diante dos jurados, a mulher lembrou que tinha "uma vida muito feliz", como mãe de duas meninas e o casamento de 17 anos com Dominic Alaimo. No entanto ela ressaltou que Berman a deixou com "quatro seios", o que abalou sua auto-estima e arruinou seu casamento.

O casal se separou em 2004, um ano depois de Maria Alaimo ter realizado a operação para aumentar os seios. Inicialmente, a mulher pedia US$ 5 milhões de indenização no processo. No entanto os jurados consideraram o valor elevado e diminuíram para US$ 3,5 milhões.

O médico afirmou que alertou a mulher sobre os riscos potenciais, incluindo a cicatrização, e as possíveis consequências da colocação de implantes. Seu advogado destacou que ela estava preocupada apenas com o "glamour" de aumentar os seios.

Fonte: g1, www.g1.com.br