Mulher leva tiro após moicano ser confundido com um pássaro

Por sorte, o tiro provocou um ferimento leve na cabeça da vítima.

Um homem de 49 anos foi condenado a cinco anos de liberdade condicional em Grand Junction, no estado do Colorado (EUA), depois que atirou em uma mulher após confundir o cabelo vermelho moicano dela como sendo uma ave, segundo o jornal "Daily Sentinel".


Mulher leva tiro após moicano ser confundido com um pássaro

Derrill Rockwell disse à polícia que disparou a arma calibre 22 porque pensou que era um pássaro que tinha pousado em uma colina perto de sua casa no dia 5 de outubro. Logo depois do disparo, ele ouviu um gemido de dor de uma mulher.

O "pássaro" acabou por ser uma mulher de 23 anos. Por sorte, o tiro provocou um ferimento leve na cabeça da vítima. A mulher não chegou a comparecer na audiência no tribunal, pois já havia se deixado o estado do Colorado.

"Em 15 anos, esse foi um dos casos mais interessantes que já trabalhei", disse o policial Sean Crocker ao juiz, durante a audiência na última sexta-feira.

Fonte: G1