Mulheres bomba do Al-Qaeda explodem silicone em avião

Mulheres bomba do Al-Qaeda explodem silicone em avião

Um implante de 15 gramas de tetranitrato de pentaeritrina explode um avião

Os agentes da MI5, o service de inteligência britânico, estão chocados por terem descoberto que médicos muçulmanos treinados no país poderiam estar voltando aos seus países para usar para o mal aquilo que aprenderam .

Segundo a WorldNetDaily, mulheres bomba seriam recrutadas pelo Al-Quaeda e teriam explosivos implantados em seus seios em um procedimento parecido com aquele usado em cirurgias estéticas.

Estuda-se também a possibilidade de tais implantes terem sido feitos em homens também. A descoberta destes métodos teria sido vislumbrada quando um nigeriano chamado Nigerian Umar Farouk Abdulmutallab chegou perto demais de explodir um avião no Natal. Os explosivos que ele carregava estariam implantados em suas nádegas, mas ele foi detido antes que embarcasse.

Especialistas em explosivos, um implante de 15 gramas de tetranitrato de pentaeritrina ? o explosivo mais usado pelos terroristas ? seria o bastante para abrir um buraco na fuselagem de um avião em pleno vôo.

Fonte: R7, www.r7.com