Doença rara faz  que mulher sinta objeto crescendo ou diminuindo

Doença rara faz que mulher sinta objeto crescendo ou diminuindo

Jovem passou anos imaginando sofrer de epilepsia até ler coluna de jornal sobre a doença.

Uma mulher de 24 anos vive como seu estivesse no conto de fadas ?Alice no País das Maravilhas? por conta de uma condição rara. Ele sente que os objetos ao seu redor estão crescendo ou encolhendo.

Abigail Moss sofre de Síndrome de Alice no Todd (popularmente chamada de Síndrome de Alice no País das Maravilhas). A doença afeta seu senso de visão e percepção, causando os problemas que ela habitualmente tem de conviver.

Ela conta que quando criança sofria com os ataques de forma mais constante, e ninguém conseguia descobrir o problema. Eles podiam acontecer em qualquer lugar e a qualquer momento, tendo duração de até 20 minutos.

Moss descobriu o que tinha apenas depois de ler uma pequena coluna que falava sobre a doença em um jornal. Ela já havia sido diagnosticada erroneamente com epilepsia.

?Liguei para meu pai e ele não podia acreditar que a coisa estranha que eu sofria era real e tinha nome?. Após a descoberta, ela discutiu suas experiências com outras pessoas que sofrem do mesmo problema em todo o mundo.

Até o momento não há um tratamento comprovadamente eficaz para o problema. Mesmo assim, é bom salientar que aqueles que sofrem com isso podem ter certeza de que não estão loucos ou possuam algo errado em termos psicológico.

Fonte: Tech Mestre