Paciente terminal encomenda bola de boliche para guardar sua cinza

Americano de 48 anos tem câncer e não deve viver muito tempo.


Paciente terminal encomenda bola de boliche para guardar suas cinzas

Um americano fanático por boliche encomendou uma urna em forma de bola para guardar suas cinzas após sua morte. Paciente terminal de câncer, ele se preparou para morrer e decidiu ficar para sempre ligado ao jogo.

Tony Guarino, de 48 anos, recebeu a urna encomendada ainda em vida. Em entrevista a uma rede de TV dos EUA, ele falou bem-humorado sobre sua ligação com o boliche e a homenagem ao jogo mesmo após sua morte.

Fonte: G1