Pior motorista dos Emirados Árabes soma mais de R$ 500 mil em multas

Mulher árabe acumula 1.551 infrações no país

Após acumular mais de R$ 500 mil em multas de trânsito nos Emirados Árabes, uma motorista alegou que cometeu tantas violações por causa de problemas de saúde mental.

O jornal "7DAYS" informou na semana passada que o órgão de trânsito Ras Al-Khaimah deteve uma mulher árabe de 28 anos após seu nome apareceu em uma varredura de motoristas com a carteira suspensa.

Oficiais disseram que descobriram que a mulher tinha acumulado 1.551 infrações, principalmente por excesso de velocidade, entre 2009 e 2013, que totalizavam mais de R$ 500 mil.

Zayed Mohammed, chefe da promotoria de tráfego em Ras Al-Khaimah, disse: "A mulher disse durante o interrogatório que ela tinha cometido esses crimes porque ela estava sofrendo de um transtorno psicológico que a faz dirigir muito rápido". Os promotores disseram que a mulher pode ser levada para um teste psiquiátrico antes de ser levada ao tribunal.

A motorista é acusada de cometer 67 infrações por excesso de velocidade em estradas de Ras Al Khaimah, cidade em que ela mora, no valor de R$ 224 mil As outras infrações ocorreram em todo o país, além de Omã.

As autoridades disseram que, com tais acusações e registros, a condutora não consegue recuperar seu carro e nem renovar a sua carteira de habilitação.

"As violações foram descobertas quando o departamento estava procurando eletronicamente os condutores com carteiras vencidas", disse Mohammed. Ele disse que o sistema mostrou que ela não tinha renovado sua licença desde 2009.

Autoridades disseram que esta é a maior quantidade de infrações cometidas por uma motorista do sexo feminino nos Emirados Árabes.

Fonte: G1