Prefeito transexual leva advertência por usar vestido curto

A advertência foi aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores por quatro votos a três

O prefeito transexual Stu Rasmussen, que governa a pequena Silverton, no estado do Oregon (EUA), foi repreendido pelos vereadores da cidade por usar um vestido muito curto, segundo reportagem da emissora americana de TV "NBC".

A advertência foi aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores por quatro votos a três. Em sua defesa, Rasmussen disse que o vestido era apropriado por causa do calor de mais de 33º C que fazia na cidade.

O grupo que apresentou a queixa era liderado por Ken Hector, que foi derrotado por Rasmussen na eleição do ano passado. Com 1.988 votos, ele venceu seu adversário por mais de 450 votos --Ken Hector conseguiu um total de 1.512.

"Fiquei surpreso", disse Rasmussen, destacando que a cidade deveria ficar mais focada no seu trabalho à frente da prefeitura. Ele está em seu terceiro mandato como prefeito da cidade, que fica a cerca de 70 quilômetros de Portland.

Fonte: g1, www.g1.com.br