Professa bêbada força alunos a prestar prova durante 23 horas

Chefe do departamento da universidade negou que ela estivesse bêbada.

Uma professora supostamente bêbada forçou seus alunos a prestar uma prova durante 23 horas ininterruptas, e não deixou nem que eles deixassem a sala de aula para usar o banheiro, informou a imprensa russa nesta terça-feira (3).

Os alunos relataram ao "Moskovsky Komsomolets" que, ao fim da prova, estavam exaustos.

O incidente ocorreu em 26 de junho na Universidade Kazan, na república russa do Tatarstão.

A prova começou às 10h e terminou às 9h da manhã seguinte.

A professora envolvida, Landysh Zaripova, não quis comentar o incidente.

O chefe do departamento de física da universidade, Albert Aganov, negou que ela estivesse inebriada. Ele também disse que exames longos "não são incomuns".

Mas alunos relataram que a professora deixou várias vezes a sala para tomar mais álcool e contou detalhes de sua vida como se estivesse embriagada.

Fonte: G1