Professor é preso após se masturbar em loja

Suspeito limpou as mãos em um brinquedo após ejacular no chão

O professor americano William Tyler Black, de 28 anos, foi preso na última terça-feira em North Port, no estado da Flórida (EUA), ao ser flagrado se masturbando enquanto folhava uma edição da revista "Sport Illustrated" com Brooklyn Decker na capa.

Segundo o jornal "Herald Tribune", o incidente foi registrado em uma loja da rede Wal-Mart. Os seguranças chamaram a polícia depois que uma funcionária ouviu um som de gemido. Quando foi investigar o que era, ela encontrou Black realizando o ato sexual.

A funcionária destacou que era possível notar o sêmen no chão. Ela informou ainda que o suspeito limpou as mãos em um brinquedo após ejacular. Mesmo após o ato, Black continuou na loja. Ele foi levado para a cadeia com uma fiança fixada em US$ 2 mil.



Fonte: g1, www.g1.com.br