Professora presa por sexo grupal com alunos, se diz vítima de vídeo

Aluno filmou sexo grupal entre ela e vários outros estudantes.

Após ser condenada em agosto a cinco anos de cadeia no estado do Texas, nos EUA, por manter múltiplos encontros sexuais com cinco estudantes de 18 anos, a professora Brittni Colleps, de 28 anos, diz que foi "vítima" do vídeo gravado pelos jovens.


Professora presa por sexo grupal com alunos, se diz vítima de vídeo

"Eu nunca dei meu consentimento para isso", disse Brittni, em entrevista à emissora de TV "ABC News".

Ex-professora de ensino médio do Texas, ela foi presa após ser flagrada em fita fazendo sexo grupal com quatro de seus próprios alunos - enquanto um quinto filmava.

Brittni, casada e mãe de três filhos, foi declarada culpada por um júri no condado de Tarrant de 16 acusações por manter uma relação inadequada entre um professor e um aluno.

Os encontros sexuais com os estudantes aconteceram na casa da professora durante dois meses em 2011.

Durante seu julgamento, os promotores revelaram que um dos estudantes registrou em vídeo uma orgia com participação da professora.

O vídeo da orgia foi mostrado durante o julgamento dela, e criou desconforto em todos os presentes.

As leis locais proíbem os professores de ter relações sexuais com estudantes, não importa qual seja a idade.

Logo após a prisão da professora, seu marido, Christopher Colleps, saiu em defesa dela. Segundo reportagem da emissora de TV "WFAA", Christopher disse que tem sido atacado e alvo de brincadeiras desde que sua mulher foi detida. O marido disse que vai ficar ao lado Brittni, apesar das acusações. "Ela é uma pessoa amável e leal", disse ele, destacando que Brittni é uma mãe amorosa.

Fonte: G1