Professora vence batalha judicial para poder ter o alfabeto completo como nome

A mulher de 36 anos de idade, que sente constante necessidade de se “redefinir” de acordo com seu humor, tem o hábito de regularmente mudar seu nome.

Uma professora passou dois anos lutando para mudar o próprio nome, tentando ter todas as letras do alfabeto em seu documento.

A mulher de 36 anos de idade, que sente constante necessidade de se “redefinir” de acordo com seu humor, tem o hábito de regularmente mudar seu nome.

Agora ela criou um movimento para se chamar ABCDEFG HIJKLMN OPQRST UVWXYZ, e sua batalha pela mudança é árdua.

A mulher, que anteriormente se chamava Ladyzunga Cyborg, finalmente foi aprovada, depois que autoridades inicialmente recusaram o pedido incomum. A professora funcionária do aeroporto de Bogotá, na Colômbia, disse: “Eu mudei o meu nome para que as pessoas não soubessem que sou eu. Mas não é porque eu era perturbada por isso, mas porque eu queria sempre trazem um elemento de surpresa.”


Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Gadoo