Prostitutas compram sangue para fingir virgindade e cobrar mais caro

Programa chega a custar até US$ 1020 com garota de programa "virgem".

Clínicas clandestinas em Taiwan estão sendo investigadas por vender bolas de algodão com sangue a prostitutas, para que elas possam fingir virgindade aos clientes.

De acordo com a imprensa chinesa, o sangue é retirado nos estabelecimentos e colocado em bolas de algodão, que são preservadas em freezers.

Após combinar a relação com o cliente, a mulher então insere o algodão na vagina para ?sangrar? durante o ato sexual, podendo assim cobrar mais caro do cliente pelo fato de ser virgem. Com isso, o valor do programa pode chegar a até US$ 1020.

Um vídeo divulgado pela imprensa local mostra o dono de uma das clínicas mostrando como funciona o esquema, e extraindo o sangue de algumas prostitutas.


Prostitutas compram sangue para fingir virgindade e cobrar mais caro

Prostitutas compram sangue para fingir virgindade e cobrar mais caro

Fonte: G1