Russo alega o "fim do mundo" para não pagar multa de trânsito

O russo justifica o calote de uma forma inusitada: por causa da proximidade do fim do mundo, o pagamento da multa não faz o menor sentido!

Um morador da região de Kemerovo (Rússia) se recusa a pagar multa de cerca de 66 reais por uma infração de trânsito que acarretou um acidente sem gravidade.

O russo justifica o calote de uma forma inusitada: por causa da proximidade do fim do mundo, o pagamento da multa não faz o menor sentido!

Ele enviou ao "Detran" local uma justificativa de 10 páginas. Pelos cálculos do motorista (de inspiração maia?), o mundo vai acabar no fim deste ano. Então para que pagar uma multa?

Todo dia, o russo visita autoridades locais para fazer uma atualização das suas previsões apocalípticas, mostrando desenhos e gráficos.

"O devedor acha que as pessoas têm que ser mais generosas umas com as outras, para que o apocalipse não ocorra", disse Irina Felzinger, oficial de Justiça de Kemerovo, ao "Moscow Times".

Segundo uma suposta previsão dos maias, o mundo acabará em 21 de dezembro.

Fonte: OGlobo