Sapo viaja clandestino em navio entre a China e África do Sul

Anfíbio estava escondido em um candelabro

Um sapo que viajou de forma clandestina em um navio de cargas entre a China e a África do Sul foi levado para um santuário de animais. O anfíbio viajou escondido em um candelabro.


Sapo viaja clandestino em navio entre China e África do Sul

As autoridades sul-africanas pretendiam sacrificar a criatura, temendo que ela pudesse causar danos como uma espécie invasora se fosse solta no país.

No entanto a companhia "Mango Airlines" levou o sapo na sexta-feira de Joanesburgo para um santuário de animais depois que as autoridades decidiram encontrar uma forma de manter o sapo itinerante vivo.

O voo de duas horas foi tranquilo se comparado com a viagem a partir da China, que durou várias semanas e milhares de quilômetros.

Fonte: G1