Sueco barbado e com filhos tem que provar que não é mulher

Sueco barbado e com filhos tem que provar que não é mulher

Não houve jeito. Daniel teve que voltar para a Suécia e providenciar um passaporte

O sueco Daniel Pohjantähti usa barba, é casado e tem dois filhos. Mas isto não bastou para que autoridades da vizinha Noruega, onde ele foi trabalhar, pudessem se convencer de que ele não é uma mulher.

Sim! Aconteceu. De acordo com o site "The Local", Daniel foi a uma agência de empregos em Bergen. Para preencher a ficha, a funcionária pediu um documento de identidade norueguês, mas o sueco não tinha.

Então, a funcionária perguntou se Daniel era uma mulher.

Daniel estranhou a pergunta e mostrou carteira de identidade, carteira de motorista e comprovante de pagamento de impostos. Nada adiantou, a funcionária norueguesa continuava com a mesma dúvida quanto ao gênero do sueco.

"Tentei tudo o que eu pude para provar que sou um homem", disse o sueco, acreditando que a mulher desconfiava de que ele estivesse se passando por homem a fim de conseguir o emprego.

Não houve jeito. Daniel teve que voltar para a Suécia e providenciar um passaporte - o único documento, de acordo com a agência - que garantiria o gênero do barbado.

Fonte: O Globo