Sujeito apanha de policiais por arrotar

Rapaz afirma que tem um problema gástrico de refluxo

Um sujeito de Virgínia, nos Estados Unidos, processou agentes carcerários que, supostamente, deram uma surra nele por arrotar quando estava sendo preso.

Thomas Scott Vandegrift, 24 anos, afirmou que seu arroto, provocado por um problema gástrico de refluxo, fez com que os políciais o algemassem, o jogassem no chão e começassem a bater nele.

Os agentes também teriam negado ajuda médica, mas, depois de ser solto, Vandegrift teria sido tratado em um hospital com machucados na orelha, braços e pulsos.

O americano foi preso por dirigir bêbado. Ele pede US$ 6 milhões de indenização pela agressão.

Os policiais são acusados de violência excessiva e de violação dos direitos humanos. O julgamento ocorrerá em maio.

Fonte: R7, www.r7.com