Tia abduzida revela que não aguenta mais ser sequestrada por todos ETs

Ela diz, e garante com veemência, que já perdeu a conta de quantas vezes foi levada por ETs para planetas de outras galáxias.


Tia abduzida diz que não aguenta mais ser sequestrada por ETs

A britânica Hillary Porter, de 67 anos, faz um apelo comovente, mas não sabe direito se será atendida. Ela diz, e garante com veemência, que já perdeu a conta de quantas vezes foi levada por ETs para planetas de outras galáxias. Hillary não aguenta mais essa maratona de abudções. "Sou normal. Não estanhem a minha história. Mas por que só eu sou levada tantaz vezes?", questiona.

Não estranharemos. Mas fica a pergunta: por que os Ets estão levando uma tia de 67 anos para o espaço? "Nem sei quantas vezes eu fui sequestrada", contou a simpática senhora ao jornal britânico Mirror.

Hillary não gosta quando as pessoas duvidam de suas histórias; "Eu não pedi para ter uma vida assim", diz ela, mostrando desenhos e imagens de aliens. O maridão dela, Ken, apoia a mulher. "Ele não gosta dessa situação."

A abduzida do Reino Unido participará de um congresso de pessoas que foram sequestradas por extraterrestres. Serão 100 participantes, que poderão compartilhar suas histórias assustadoras ao lado de seres de outros planetas.

Hillary lembra que a primeira vez que foi levada para o espaço tinha apenas 5 anos.

? Estava brincando no jardim. Alguém tocou em mim. Olhei para trás e vi um ser com forma de lagarto, com uma cabeça enorme, boca pequena, olhos grandes, como se fossem buracos no rosto, e o corpo viscoso. Não era grande. Tinha 1,5 m, acho.

Desde então, ela reforça, foram incontáveis sequestros. "Já implantaram uma espécie de chip na minha orelha", afirma. "Não sei o que aontece direito quando estou lá, nem quanto tempo fico nas mãos deles. Fico meio inconsciente. Sò sei que sempre sou muito examinada, como se estivesse num hospital ou algo assim."

Hillary diz que já entrou em contato com milhares de pessoas que também foram abduzidas. Ela não quer mais sair do planeta. "Tenho medo do que pode acontecer comigo. Já tive problemas de saúde, crises de memória, muito mal-estar", confessa. "Só quero ter paz e ser entendida aqui na Terra."

Fonte: r7