Transexual acusa governo inglês de recusar implante de silicone

Transexual acusa governo inglês de recusar implante de silicone

Miranda Lee diz que foi deixada "metade homem, metade mulher"

Um transexual de Southend, no condado de Essex, Inglaterra, ganhou assistência jurídica para recorrer na Justiça o direito de ter sua cirurgia de implante de silicone paga pelo sistema de saúde daquele país.

Miranda Lee, de 40 anos, alega que foi deixada "metade homem, metade mulher" depois de passar por diversas operações, com custo total de 60 mil libras (R$ 162 mil), pagas pelo sistema de saúde inglês.

O transexual nasceu Raymond Harwood e passou por diversas cirurgias, como remoção de pênis e alteração de voz. No entanto, teve o implante de silicone nos seios negado pelo governo. "Vai custar mais caro para eles se não me pagarem a cirurgia", disse Miranda ao tabloide "The Sun".

De acordo com o transexual, serão necessários mais 8 mil libras (R$ 21 mil) para que ele tenha os seios que tanto sonha.

Miranda Lee alega ainda que a frustração a deixou depressiva e que só quer ter sua operação realizada.

A assessoria do sistema de saúde inglês preferiu não comentar o caso.

Fonte: g1, www.g1.com.br