Turista fica preso duas semanas em ilha ao ser encurralado por crocodilo

Homem foi ameaçado por crocodilo de 6 metros na Austrália.

Um turista ficou sitiado por um enorme crocodilo durante duas semanas em uma remota ilha da Austrália, antes de ser resgatado, revelou nesta segunda-feira (2) a imprensa local.

O homem, identificado como Ryan pelo jornal The New Zealander, havia chegado de barco à Governor Island, oeste da Austrália, onde desceu com uma canoa com a qual pretendia cruzar os 4 km de distância que a separa do continente.


Turista fica preso duas semanas em ilha ao ser encurralado por crocodilo

O turista relatou a Don Macleod, o morador de Kalumburu que o resgatou, que cada vez que tentava sair da ilha com seu caiaque, o réptil de 6 metros o acossava. Ryan decidiu então permanecer na ilha, onde dispunha de poucos alimentos e água potável, por medo de ser devorado pelo crocodilo que o observava permanentemente.

Macleod, que disse ter conhecimento da presença do réptil gigante, contou que se aproximou da ilha depois que viu uma luz estranha e acabou descobrindo o turista em dificuldades.

"Encontrei Ryan, que estava desesperado. Ele teve muita sorte", explicou.

Os crocodilos de água salada, que podem alcançar até sete metros e pesar mais de uma tonelada, são comuns no norte tropical australiano.

Fonte: G1