Musa da liga de lingerie revela fazer até sete refeições por dia

Musa da liga de lingerie revela fazer até sete refeições por dia

Apaixonada por esportes, Kate Osman já foi animadora de torcida da NFL

Apaixonada por esportes, Kate Osman já foi animadora de torcida da NFL, estudou jornalismo esportivo e hoje trabalha como modelo e jogadora da liga de futebol americano de lingerie. Pela primeira vez no Brasil, a atleta que atua pelo Jacksonville Breeze na LFL (Legends Football League, antiga Lingerie Football League) participa do "Força Bruta", evento promovido pelo ator e ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger. Kate, que também disputa concursos no fisiculturismo, marca presença em um dos estandes do evento, onde ajuda a tirar dúvidas sobre alimentação e exercícios de resistência para melhorar a formação muscular.

- Eu jogo futebol americano e ainda treino para as competições de "bikini", ou seja, estou sempre com o corpo à mostra. Tento me alimentar de seis a sete vezes por dia, desde galinha e peixe a legumes, vegetais e frutas. Também uso suplementos e proteínas. A alimentação depende do momento, se eu estou na LFL ou em algum concurso. Procuro encontrar formas de aumentar a minha energia, assim como me recuperar após o esforço físico de forma mais rápida. Gosto de ter o corpo perfeito. Acho que as mulheres ficam lindas com os músculos à mostra, mas muitas não malham porque têm medo de ficar iguais ao Arnold (Schwarzenegger). No Brasil, as pessoas têm corpos fantásticos, você percebe o cuidado, vê que existe ali um trabalho na academia. Adoro isso - disse a atleta do time da Flórida, que ainda gosta de jogar beisebol e softbol.

Cheerleader do Philadelphia Eagles entre 2003 e 2005, Kate começou a praticar futebol americano por influência de uma amiga. Após uma passagem pelo Philadelphia Passion, ela acertou com o Jacksonville Breeze, no qual acumula as funções de wide receiver (a recebedora) e safety (defensora que atua mais recuada).

Foi o cuidado com corpo em busca de um melhor desempenho nos gramados que levou a americana para o fisiculturismo. Quando terminar o trabalho na feira, ela vai aproveitar para conhecer um cartão-postal carioca.

- Esta é a minha primeira vez no Brasil e na América do Sul. Eu quero muito ver o Cristo Redentor. Sei que é um programa bem turístico, mas todo mundo fala e eu estou ansiosa para conhecer. Eu estou muito animada, é tudo absolutamente lindo e o povo é ainda melhor. Fico até a noite de segunda-feira. Vou ficar três dias na feira e, no quarto, teremos um tempinho para explorar a cidade e olhar os pontos turísticos. É uma cidade bonita, um país bonito. Sou uma turista e quero aprender mais sobre a cultura, experimentar as bebidas e as comidas regionais. Quero mergulhar nessa realidade, que é muito linda.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com