Anitta perde recurso para ex-empresária e pode ter R$ 5 milhões penhorados na Justiça

Anitta perde recurso para ex-empresária e pode ter R$ 5 milhões penhorados na Justiça

Anitta perde recurso, e defesa de ex-empresária quer penhorar bens da cantora para pagar dívida de R$ 5 milhões

Anitta teve uma nova derrota nos tribunais contra a K2L, empresa de Kamilla Fialho que agenciava sua carreira. A cantora perdeu o último recurso e agora não poderá mais contestar a decisão judicial que a obrigou, no início de outubro, a pagar R$ 5,2 milhões, referente à quebra de contrato com o seu antigo escritório. Os advogados de Anitta recorreram da decisão, mas o juiz responsável pelo caso não aceitou e manteve a liminar desfavorável à cantora.

Com a derrota, o advogado da K2L, Marcelo Saraiva, entrou com uma petição pedindo a penhora dos bens da cantora. No documento, ele pede que o juiz autorize que bens no nome da cantora, incluindo valores que eventualmente constem em bancos, sejam penhorados para honrar o pagamento da multa.

O advogado ainda pede que a arrecadação de direitos autorais e dos valores que a cantora recebe da Warner, gravadora responsável pela distribuição e venda dos CDs e dos DVDs da artista, sejam retidos para o mesmo fim. O juiz deve se posicionar sobre o pedido até a próxima segunda. “Acredito que ele deva dar uma decisão favorável ao meu cliente, já que a cantora não efetuou o depósito em juízo quando foi decidido”, afirma Saraiva.

Anitta e Kamilla Fialho trabalhavam juntas há dois anos e meio, antes do estouro do “Show das poderosas”. Tinham mais seis anos de parceria pela frente. Em agosto deste ano, no entanto, a cantora rompeu o contrato com a K2L sob a acusação de desvio de dinheiro. A Justiça, no entanto, não reconheceu o crime e decidiu que a cantora teria que pagar a multa rescisória prevista no contrato.

Com a nova decisão desfavorável, Anitta contratou uma nova equipe de advogados para tentar reverter a situação. Agora, a cantora pode tentar levar a disputa judicial para o STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: EXTRA