Thiaguinho mostra todo o sofrimento de um amor não correspondido em novo clipe

Thiaguinho mostra todo o sofrimento de um amor não correspondido em novo clipe

Cantor lança o vídeo do single “Sem Você a Vida é tão Sem Graça”

Após ter vencido nas categorias “Melhor Cantor” e “Música Chiclete” na 21ª Edição do Prêmio Multishow, o cantor Thiaguinho lança nesta quarta-feira (29), o vídeo clipe da música “Sem Você a Vida é Tão Sem Graça”. Na história, sua vida não está nada fácil. Ele anda sofrendo e chorando por causa de um amor perdido. O pagodeiro interpreta toda a tristeza e o sentimento de impotência retratado na canção. “É um clipe intimista e que conta a história de um cara que está totalmente desolado e sem saber o que fazer”, descreve.

Esta é a terceira experiência de Thiaguinho em produções desse tipo. A estreia aconteceu na música “Desencana” (Thiaguinho/Gabriel Barriga/Jezrrel), umas das faixas de maior sucesso do primeiro trabalho solo do cantor. Depois, no vídeo clipe do hit “Caraca, Muleke!” (Thiaguinho/Gabriel Barriga), ele alcançou a marca de mais de 20 milhões de visualizações no YouTube. Agora, em “Sem Você a Vida é Tão Sem Graça” (Filipe Duarte), segundo single do CD OUTRO DIA, OUTRA HISTÓRIA, ele mostra toda a sua versatilidade e se destaca como um artista completo.

Veja na entrevista a seguir o que o cantor disse nos bastidores da gravação do clipe e, abaixo, clique no link e confira o resultado do trabalho.

1 – Esse é o segundo vídeo clipe do álbum Outro Dia, Outra História. Qual é a diferença entre o clipe de “Sem Você a Vida é Tão Sem Graça” e do “Caraca, Muleke!” que foi um grande sucesso?

A principal diferença desses dois clipes é que “Caraca, Muleke!” é um clipe totalmente pra cima. É um clipe que a gente fez na praia, totalmente animado, teve a participação do Neymar, David Brazil, Dani Bananinha... Tinha um monte de gente, um elenco grande, enfim, era um clipe totalmente voltado para a alegria. E em “Sem Você a Vida é tão Sem Graça”, o nome da música já diz tudo. É um clipe muito mais intimista e que conta a história de um cara que está sofrendo pra caramba. Eu decidi fazer esse clipe sozinho, porque ele tá sozinho (na música), ele não sabe o que fazer, está perdido e o clipe mostra bem isso, ele totalmente desolado e sem saber o que fazer.


2 – Você gosta de atuar nesse tipo de vídeo, ou depois de tantas experiências ainda bate uma vergonha?

Depois de tantas experiências, ainda bate uma vergonha. Claro que com o tempo você vai se acostumando a vencer essa timidez, essa vergonha, mas é algo que eu não domino. Eu não sou ator, eu não sei atuar e vou tentando fazer com que fique bom, mas no final dá tudo certo (rs). Dá para assistir e se divertir, mas ainda não me sinto totalmente à vontade. Infinitamente, prefiro cantar.

3 – Você participou da criação do roteiro? Se sim, qual ideia quis expressar neste clipe?

Na verdade, a gente vai batendo bola. O Cassio (diretor do clipe) nos apresentou uma ideia e eu, junto com a galera do meu escritório, fui pensando no que fazer para adequar aquele roteiro que ele tinha proposto pra gente. A proposta desse vídeo é o que disse anteriormente... Mostrar que o cara está refletindo sobre o que ele fez, se ele fez alguma coisa, procurando achar respostas, procurando achar um estímulo de vida, mas tá difícil, ele tá tristão... Vocês vão ver, não estou conseguindo nem sorrir (rs).

4 – Como seus fãs consomem esses vídeos? A receptividade é boa?

O vídeo clipe no Brasil tem uma receptividade muito boa, principalmente agora com a internet. Na internet os acessos são gigantescos. Tanto é que esse ano eu decidi gravar clipes desse CD em vez de gravar um DVD, porque, primeiro, eu acho mais bonito e, segundo, a galera gosta muito de clipe, os canais brasileiros também têm aberto mais espaço para clipes. “Caraca, Muleke!” e “Desencana” (o primeiro que fiz), por exemplo, são clipes que eu sempre vejo na TV e tomara que esse tenha o mesmo sucesso do que os outros dois anteriores.

Thiaguinho estará no Samba Piauí, que acontece na sexta-feira, 31 de outubro, no Theresina Hall. Com participação das bandas Doce Ilusão e Mistura Brasileira. Outra grande atração será o cantor Péricles. A noite promete muito samba e com certeza ninguém vai ficar parado. Os ingressos estão a venda na Kalor Produções, Banca do Zezinho, Farmácia Equilíbrio e no site Ingressosky.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: Assessoria