Descubra quem são os cantores que já têm grana suficiente para largar a música

Descubra quem são os cantores que já têm grana suficiente para largar a música

Descubra quem são os cantores que já têm grana suficiente para largar a música

Parar de trabalhar no auge da carreira e viver de investimentos é luxo de poucos. Só que no meio musical isso é bem comum, já que em paralelo aos shows e a fortuna acumulada com a vida nos palcos, muitos artistas já fazem o pé de meia e, sabendo administrar, podem viver bem pelo resto da vida. Veja uma lista de sertanejos que poderiam largar a vida de cantor, mas mesmo assim estariam no bem bom longe dos holofotes.

Zezé Di Camargo nem precisaria ter a agenda tão lotada. Ao lado do irmão, Luciano, ele faz uma média de 25 shows por mês nos quatro cantos do País. Com 23 anos de carreira, você já pode imaginar quanto que a brincadeira não rendeu ao bolso do sertanejo. Além da fortuna com a carreira musical, Zezé tem empreendimentos imobiliários e uma construtora de alto padrão e popular. Nos últimos anos, Zezé também se jogou no ramo de gados nelore e virou o rei do gado. Até para o cruzeiro É o Amor o cantor levou um leilão virtual.

Em paralelo à carreira de cantor, Gusttavo Lima se dedica à vida no campo. É na fazenda que construiu com o dinheiros dos "tchetchererês" pelo Brasil que ele também cria e investe em gados. Gusttavo Lima também já investiu em uma equipe de corrida, que nos últimos dias lhe trouxe dor de cabeça, e também em uma linha de suplementos. O sertanejo vive dizendo que está cansado da fama, que quer ficar perto da família e etc. Com os negócios por fora, ele pode se manter por uns bons anos.

Leonardo fica aí pensando e ponderando a aposentadoria, mas com o que construiu ao longo de seus 30 anos de carreira poderia viver sossegado em sua fazenda de milhares de hectares em Goiás. Fora o que já rendeu no bolso do sertanejo na trajetória de cantor, Leonardo também tem um escritório artístico que cuida da carreira dele e de outros artistas. Foi pelas mãos dele que despontaram de vez Paula Fernandes e Cristiano Araújo. Se quiser, Leonardo larga os palcos e fica atrás da mesa sem problemas. Leonardo também investe em gados.

Victor Chaves faz dupla com o irmão Leo há mais de 20 anos. Foi na última década que o negócio musical engrenou e Victor & Leo se transformou em uma marca de boa música. Com cachês altíssimos, os irmãos acumularam shows e aproveitaram o momento do auge de hits como Borboletas. Hoje em dia, eles diminuíram bem o número de apresentações e preferem aproveitar mais a família. Se quisesse parar de cantar, Victor se manteria tranquilamente com as composições que o colocaram como um dos maiores arrecadadores de direitos autorais do Brasil.

Irmão de Victor Chaves, Leo poderia viver de sombra e água fresca, relaxadão numa praia privativa pelo resto da vida. Além do que construiu na dupla Victor & Leo, hoje em dia é sócio de uma grife de acessórios, a Rock Nest. Com o novo visual mais roqueiro e cheio de estilo e atitude, ele poderia se jogar no mundo da moda e esquecer a música, se quisesse.

Almir Sater é um dos maiores violeiros do Brasil e hoje em dia se dá o luxo de se refugiar em sua fazenda no Pantanal, quando bem entender. Se o pantaneiro quisesse também largar mão da música, poderia fazer sem problema. Em uma série apresentada no Fantástico (Globo) por Michel Teló, Sater revelou que a música que compôs para a abertura do Globo Rural foi responsável por manter e criar sua família e filhos. Isso sem contar as composições clássicas que têm a assinatura do violeiro, que podem render um troquinho caso ele não queira mais sair da beira do rio.

Bruno, da dupla Bruno & Marrone, é uma das vozes mais importantes do sertanejo. Fora dos palcos, ele investe em diversão. Só que no lugar de gastar, ele ganha. O cantor é um dos sócios do badalado Troia, um restaurante em Goiânia (GO) com um clima de balada e azaração, além de uma balada em Uberlândia (MG). Bruno também já acumulou bons números com leilões de gado nelore.

Marrone, parceiro de Bruno, também tem seus investimentos por fora e poderia ficar tranquilão com o futuro pós-aposentadoria. Além de investir no ramo da pecuária, o segunda voz também já juntou negócios com diversão ao se tornar sócio da casa noturna Wood's, em Goiânia (GO).

Sorocaba, da dupla Fernando & Sorocaba, é um dos caras da música brasileira que está tranquilo na lagoa. Além da carreira musical já consagrada, o cantor é dono da FS Produções que cuida da carreira de outros artistas. Sorocaba também tem direitos aos lucros de Luan Santana, que descobriu e ajudou a alavancar no meio sertanejo. Sócio da Wood's, em São Paulo, Sorocaba ainda tira uns bons trocos com arrecadação de direitos autorais, já que há anos ele está no topo da lista do Ecad.

Há uns dez anos, o patrimônio da família Lima de Xororó e Sandy e Junior já ultrapassava os R$ 30 milhões. Há dez anos, pensa. Quando Sandy e Junior cantavam juntos, eles já ganhavam mais do que o pai e o tio, Chitãozinho. Depois que encerraram a carreira, após 17 anos de carreira, os irmãos até poderiam ter parado de trabalhar e curtir a fortuna pro resto da vida.

E falando em jovens milionários, Luan Santana é outro que está bem e, se surtasse e parasse de cantar, viveria bem pelos próximos anos. Segundo o jornal Extra, a fortuna do cantor já ultrapassa os R$ 50 milhões. O patrimônio citado era de 2011, hoje a coisa rendeu bem mais. Além de cuidar da própria carreira, hoje em dia, ele também faz investimento em imóveis.

Fonte: R7