Na avenida e nos trios elétricos: chuva, choro, beijos e Rainhas polêmicas

Na avenida e nos trios elétricos: chuva, choro, beijos e Rainhas polêmicas

Resumo dos principais destaques de domingo

A noite de domingo foi marcada pela primeira bateria de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro, além de muita emoção no Carnaval baiano.

Enquanto a Sapucaí enfrentava uma noite chuvosa, que chegou a atrapalhar algumas escolas, a capital baiana recebia de volta uma de suas maiores atrações, o Psirico, que recebia de volta o vocalista Márcio Vitor, que se recupera de uma cirurgia de apendicite.

Confira o que foi destaque:

Grupo Especial do Rio de Janeiro

Com Juliana Paes como destaque, a Viradouro abriu as atividades na Sapucaí. Debaixo de chuva, a escola acabou sofrendo um atraso de quase meia hora para entrar na avenida. Depois de também ser prejudicada por um problema em um carro de som, a escola teve de se recuperar durante desfile e cantou seu enredo sobre a cultura negra com outros convidados especiais, como os tenistas Gustave Kuerten e Rafael Nadal.


Celebrando as mulheres, a Estação Primeira de Mangueira pisou no sambódromo na sequência, homenageando figuras como Chiquinha Gonzaga, Carmem Miranda, Dalva de Oliveira, Clara Nunes e Elis Regina. Um dos destaques da agremiação, a cantora Alcione - que antes do desfile rezou para que a chuva parasse - mas sofreu um pequeno acidente no trajeto da Sapucaí, queimando seu pé em uma lâmpada de um carro alegórico.


Terceira escola a desfilar, a Mocidade Independente de Padre Miguel chegou à Sapucaí sob a batuta do carnavalesco Paulo Barros. Com um enredo sobre o fim dos dias, a escola surpreendeu com alas criativas e um carro repleto de integrantes nus. Estreando como Rainha de Bateria, Claudia Leitte surgiu vestida como o Sol, mas não escapou de virar meme nas redes sociais.


Em seguida, a Vila Isabel homenageou os 80 anos do maestro brasileiro Isaac Karabtchevsky. Além da comissão de frente inovadora, a escola ganhou atenção especial por sua Rainha de Bateria, Sabrina Sato, que desfilou com um maiô cavado e cheio de pedraria e fez todos se encantarem com a sua dedicação na avenida (inclusive a Globo). Nos bastidores, rolou até selinho da apresentadora com Thaila Ayala e na cantora Mart'nália.



E quando a alma dos cariocas já estava lavada, o Salgueiro entrou na Marquês de Sapucaí com gás total. Com um enredo inspirado na cultura mineira, a escola levou ao sambódromo uma lista enorme de atores da novela Império, com destaque para a Rainha de Bateria, Viviane Araújo, que não só foi ovacionada pelo público, como também ganhou elogios dos seus colegas de elenco.


A noite na Sapucaí foi encerrada pelo desfile da Grande Rio. O enredo "do baralho" era semelhante ao da Gaviões da Fiel neste ano, falando sobre cartas e jogos de apostas. E apesar de achar que a escola merece uma Rainha de Bateria da sua própria comunidade, lá estava Susana Vieira ocupando o posto, após perder 6kg em uma dieta. Além da veterana, Paloma Bernardi e Josie Pessoa também abrilhantaram a passagem da escola pela avenida. Salvador Enquanto os cariocas recebiam sua primeira noite de desfiles com chuva, a capital baiana ferveu ao som do Harmonia do Samba, que recebeu Anitta em seu trio elétrico, com direito a sensualizada para os foliões.

Após uma cirurgia para tratar de uma apendicite no final da noite de sábado (14), quem surpreendeu os fãs foi o vocalista do Psirico, Márcio Vitor, que fez um retorno emocionado ao Carnaval de Salvador. Chorando, ele agradeceu o apoio do público e passou a maior parte do show em pé.

Por conta da operação-surpresa de Márcio, que precisaria de mais um tempo para se recuperar, o Psirico pediu que Ivete Sangalo adiantasse seu show no Bloco Coruja, no circuito Campo Grande. "Obrigada por mais um dia de alegria e festa eu me sentindo linda e amada e multiplicando essas borboletinhas que não cansam de voar dentro de mim", agradeceu a cantora.



Fonte: Terra