Marco Nanini: "Acho cafona colocar crachá para dizer que é gay"

Marco Nanini: "Acho cafona colocar crachá para dizer que é gay"

Marco Nanini, sobre homossexualidade: ‘Não gosto de colocar a estrela rosa para falar sobre isso’ Leia mais: http://extra.globo.com/tv-e-lazer/marco-

Homenageado na abertura do 22o Festival Cine Ceará, que acontece essa semana em Fortaleza, o ator Marco Nanini se deparou mais uma vez com perguntas sobre a entrevista concedida à revista Bravo no final de 2011, em que assumiu a homossexualidade.

Perguntado sobre o que o motivou a falar publicamente sobre sua sexualidade, Nanini foi taxativo:

? Tive vontade ? disse o ator, que logo complementou: ? Também porque há uma questão de homofobia que vem crescendo e é perigosa. Achei que com esse momento de homofobia crescente eu precisava me colocar.

Sem se mostrar incomodado com o assunto, o ator comentou a repercussão da declaração e disse que prefere evitar rótulos.

? Não gosto dessa história de ter que colocar a estrela rosa para falar sobre isso. Acho cafona você botar um crachá para dizer (que é homossexual). O que interessa se você é gay, gordo ou magro? ? indagou.

O ator contou ainda que já havia sido questionado sobre esse tema em entrevistas anteriores.

? Havia sempre uma pressão de algum tipo de revista que precisa abordar esse assunto e eu não gosto de responder essa pergunta assim. Não é por nada, só não é do meu temperamento ? explicou, e continuou em tom descontraído para falar sobre uma questão mais séria: ? Também o que interessa o que um senhor de 64 anos faz embaixo das cobertas? (risos) Interessa que você não pode humilhar nenhuma criatura e nem bater com uma chave de fenda seja em quem for. Isso que é esquisito. Bater porque é isso ou aquilo. Discriminar porque é pobre, ou é burro, ou porque não tem cultura, ou porque tem.

Fonte: Extra